Kirchner, Bachelet e Uribe saúdam a vitória de Obama

A presidente argentina Cristina Kirchner definiu a vitória de Barack Obama como um marco importante na luta contra a discriminação e em prol da igualdade de oportunidades, em carta enviada ao novo presidente americano nesta quarta-feira.

AFP |

"Todas as minorias do mundo observam com grandes esperanças como o povo americano novamente caminha junto a elas, da mesma forma que o mundo marchou, mesmo a longa distância geográfica, com Martin Luther King na épica marcha em Washington", afirmou a presidente.

O presidente colombiano, Alvaro Uribe, também felicitou o novo presidente americano, mas admitiu que o Tratado de Livre Comércio (TLC) seja aprovado antes que termine o governo de George W. Bush.

"Felicitações ao presidente Obama e ao povo dos Estados Unidos por essa grande democracia que é motivo de admiraçao", afirmou Uribe à rádio Caracol, quando também expressou seu desejo de que o TLC seja negociado o mais rápido possível.

A presidente chilena, Michelle Bachelet, por sua vez, parabenizou Obama e afirmou que compartilha de seus princípios de justiça social e igualdade de oportunidades.

"Dese país tão ao sul da Américas, nossos votos de êxito em sua gestão", afirmou Bachelet.

pa/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG