Ki-moon pede à ONU ajuda para Chernobyl 22 anos após desastre

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu nesta sexta-feira aos países-membros ajuda para a recuperação da região ucraniana de Chernobyl, 22 anos depois da explosão em sua central nuclear.

AFP |

Em um comunicado divulgado por ocasião do aniversário, no sábado, do desastre nuclear de Chernobyl, Ki-moon informou que a Assembléia-Geral das Nações Unidas declarou o período 2006-2016 "década de recuperação e desenvolvimento sustentável" para essa região da Ucrânia.

"A ONU fará tudo que puder durante a 'década de recuperação' para apoiar os esforços focados na completa renovação da região", declarou Ban.

O secretário-geral também pediu à comunidade internacional que "apóie, com generosidade, o restabelecimento das zonas afetadas por Chernobyl".

Em 26 de abril de 1986, o reator número 4 da central de Chernobyl explodiu, contaminando a Ucrânia e boa parte da Europa, sobretudo Bielo-Rússia e Rússia, então repúblicas da União Soviética.

Mais de 25.000 trabalhadores que participaram do revestimento com concreto do reator arruinado morreram desde então, segundo estimativas oficiais.

ga/tt/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG