Kim Jong-un já teria dado sua primeira ordem militar na Coreia do Norte

Provável sucessor de Kim Jong-il teria ordenado retorno das unidades militares às suas bases

EFE |

Reuters
Kim Jong-un presta homenagem ao pai durante velório (20/12)

Kim Jong-un, filho mais novo e designado sucessor do falecido Kim Jong-il, emitiu na segunda-feira sua primeira ordem militar, horas antes do anúncio da morte de seu pai, em um movimento que indica seu controle sobre as Forças Armadas, segundo a agência sul-coreana "Yonhap". 

O jovem Kim, que no ano passado foi elevado à categoria de general de quatro estrelas, ordenou que todas as unidades militares detivessem seus treinamentos e exercícios militares e retornassem a suas bases, segundo uma fonte anônima em Seul. A emissão da ordem militar é contemplada como uma indicação do respaldo a Kim Jong-un por parte das poderosas Forças Armadas norte-coreanas, que têm um papel-chave no esquema de poder do regime comunista.

A cúpula militar do Exército norte-coreano, que conta com mais de um milhão de soldados, é a base do poder no hermético país, dedicado de corpo e alma à defesa. No ano passado, Kim Jong-un se consolidou como o virtual herdeiro de seu pai ao ser nomeado vice-presidente da Comissão Militar Central do governante Partido dos Trabalhadores.

Depois do anúncio da morte de Kim Jong-il, a imprensa estatal norte-coreana passou a elogiar bastante a figura de Kim Jong-un, a fim de fomentar o culto à personalidade de que gozavam também seu pai e seu avô, Kim Il-sung, o fundador da Coreia do Norte.

Fontes oficiais sul-coreanas insistiram hoje que por enquanto não houve nenhuma atividade incomum no lado norte-coreano da fronteira, salvo um reforço da segurança em alguns pontos, o que poderia ter o objetivo de evitar deserções durante este período de transição.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG