Kim Jong-il faz sua primeira aparição pública após conferência do partido

Segundo agência oficial do país, líder coreano foi a um espetáculo artístico

EFE |

Seul - O líder norte-coreano, Kim Jong-il, fez sua primeira aparição pública depois da histórica conferência do partido único do regime comunista que esta semana promoveu seu filho mais novo como possível herdeiro.

Segundo informou a agência oficial norte-coreana "KCNA", Kim e vários membros de seu Exército e da cúpula dirigente de seu país foram a um espetáculo artístico, sem informar a data ou o local onde aconteceu esse evento. Kim Jong-il estava acompanhado, entre outros, por sua irmã Kim Kyong-hui, nomeada esta semana general e alta dirigente do partido, e pelo esposo desta, Chang Song-taek, vice-presidente da Comissão Militar Central do Partido dos Trabalhadores.

A "KCNA" não faz menção em seu escritório ao filho mais novo do líder norte-coreano, Kim Jong-un, que esta semana recebeu seus primeiros cargos públicos na Coreia do Norte que o consolidam como futuro herdeiro de um regime fundado em 1948 por seu avô, Kim Il-sung. Acredita-se que o líder norte-coreano teria colocado sua irmã e seu cunhado nesses importantes postos para receber seu filho mais novo, de 27 anos, no caminho da sucessão.

A imprensa oficial norte-coreana divulgou esta semana a primeira fotografia e um vídeo no qual aparecia Kim Jong-un, nomeado general de quatro estrelas esta segunda-feira e designado para dois postos-chave do Partido dos Trabalhadores na conferência extraordinária realizada na terça-feira.

A saída do anonimato de Kim Jong-un e suas nomeações militares e políticas o consolidam como sucessor de seu pai à frente do regime comunista da Coreia do Norte. Kim Il-sung, "o presidente eterno", foi o primeiro líder do regime comunista que fundou em 1948, sucedido após sua morte, em 1994, por seu filho, o atual e "amado líder" Kim Jong-il.

    Leia tudo sobre: iGcoreia do norteKim Jong-il

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG