Kim Dae-Jung será homenageado com funeral de Estado

Seul, 19 ago (EFE).-A Coréia do Sul organizará o segundo funeral de Estado de sua história em memória do ex-presidente Kim Dae-jung, uma das máximas figuras da democracia sul-coreana, que faleceu ontem aos 85 anos, indicou a agência local Yonhap.

EFE |

Fontes oficiais citadas pela Yonhap afirmaram que a decisão se deve à contribuição do político falecido à democracia e à paz entre as duas Coréias, mas não foi anunciada a data do funeral.

O sucessor de Kim, Roh Myung-bak, se suicidou este ano e em sua honra se celebrou o primeiro funeral de Estado nas ruas de Seul, que reuniu a milhares de pessoas em luto.

Roh continuou a política de reconciliação entre as duas Coréias iniciada por Kim Dae-jung.

Ao funeral do ex-presidente assistirá inclusive um representante oficial do regime comunista norte-coreano.

O próprio líder norte-coreano, Kim Jong-il, enviou hoje suas condolências à família de Kim Dae-jung, com quem se reuniu em 2000 em uma histórica cúpula em Pyongyang, segundo informou a agência oficial norte-coreana KCNA.

Kim Dae-jung foi presidente da Coréia do Sul entre 1998 e 2003, num mandato que impulsionou a reconciliação na península coreana para pôr fim à divisão entre as duas Coréias, algo que não conseguiu mas que lhe valeu em 2000 o Prêmio Nobel da Paz.EFE co-psh/fk

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG