Khatami defende protestos pacíficos no Irã

Teerã, 19 jan (EFE).- O ex-presidente iraniano Mohamad Khatami criticou hoje a nova onda de repressão do atual Governo contra a oposição, e defendeu mais uma vez o direito de protesto pacífico.

EFE |

"Infelizmente, somos testemunhas nesses últimos dias de uma nova onda de repressão e de detenções", afirmou o pró-reformista Khatami, segundo o site "Parlemannews", administrado por opositores ao presidente Mahmoud Ahmadinejad.

"A maior parte dos que protestam respeita a Constituição e escolheu o caminho pacífico para lançar suas reivindicações", disse Khatami, que governou entre 1997 e 2005, uma época de abertura no Irã.

O Irã está imerso em uma grave crise política e social que divide o país desde que, no dia 13 de junho do ano passado, foi anunciada reeleição de Ahmadinejad, que a oposição considera fruto de uma fraude em massa.

Os protestos, que acontecem há seis meses, se agravaram em 27 de dezembro, após uma violenta repressão na qual oito pessoas perderam a vida, segundo números oficiais. EFE jm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG