O ex-presidente reformista iraniano Mohamad Khatami pediu votos neste sábado para Mir Hosein Musavi nas eleições presidenciais de 12 de junho no Irã, em um comício que reuniu milhares de jovens no estádio Azadi (Liberdade) de Teerã.

"Não percam esta oportunidade. Vamos todos votar e colocar o nome de Mir Hosein Musavi na cédula", disse Khatami, que presidiu o Irã de 1997 a 2005, quando entregou o poder ao ultraconservador Mahmud Ahmadinejad, que tentará a reeleição.

Musavi é considerado o adversário mais sério de Ahmadinejad e se define como um "reformista que defende os princípios da revolução" iraniana. O candidato tem o apoio de boa parte do eleitorado conservador, que lembra de sua atuação como primeiro-ministro durante a guerra contra o Iraque (1980-1988).

Além de Musavi e Ahmadinejad, outros dois candidatos disputam a presidência iraniana: o ex-presidente do Parlamento e reformista Mahdi Karubi, e o conservador Mohsen Rezai, ex-chefe dos Guardiães da Revolução, o exército ideológico do regime dos aiatolás.

aet/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.