O guia supremo iraniano, o aiatolá Ali Khamenei, pediu nesta sexta-feira o fim das manifestações de protesto pelos resultados da eleição presidencial e declarou que não cederá às ruas, além de advertir que a oposição será culpada pela violência provocada por seu extremismo.

hif-jds/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.