Khamenei diz que oposição tem que se distanciar do inimigo

Teerã, 19 jan (EFE).- O líder supremo da Revolução iraniana, aiatolá Ali Khamenei, advertiu hoje que os líderes da oposição devem se distanciar claramente dos inimigos da República Islâmica.

EFE |

A advertência de Khamenei se produz entre intensos rumores de que os partidários do movimento de oposição verde voltarão às ruas em 11 de fevereiro, dia do 31º aniversário do triunfo da revolução que tirou a dinastia Pahlevi do poder.

"Todas as partes com tendências diferentes devem se distanciar claramente dos inimigos, em particular as elites influentes, que devem também se abster de fazer comentários ambíguos", afirmou.

"Os inimigos sempre se opuseram à transparência porque podem conseguir seus objetivos apenas através da escuridão e da conspiração", precisou Khamenei, citado pela agência de notícias local "Fars".

O Irã está imerso em uma grave crise política e social que dividiu o país desde que, em 13 de junho, o presidente Mahmoud Ahmadinejad foi reeleito. A oposição considera que houve uma fraude maciça no pleito. EFE jm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG