Khamenei diz que discurso de Obama a muçulmanos não é suficiente

Teerã, 4 jun (EFE).- O líder supremo da Revolução Islâmica iraniana, aiatolá Ali Khamenei, disse hoje que o discurso dirigido ao mundo muçulmano pronunciado hoje pelo presidente dos Estados Unidos no Cairo não é suficiente.

EFE |

Em cerimônia por ocasião do 20º aniversário da morte do fundador da República Islâmica, aiatolá Ruhollah Khomeini, reiterou que é necessário mais do que palavras, e que Washington deve dar "passos práticos".

"Os esforços da nova Administração americana para mudar a cara feia, detestável e rude dos Estados Unidos não pode ser conseguida apenas com slogans", afirmou, junto ao túmulo de seu antecessor.

Obama prometeu hoje aos muçulmanos um novo começo e disse que a única solução para o conflito no Oriente Médio é a coexistência de dois Estados, um israelense e outro palestino, onde os dois povos vivam em paz e segurança.

"Buscarei pessoalmente este resultado com toda a paciência que esta tarefa requer", prometeu Obama, em seu discurso no Cairo ao mundo muçulmano, no qual lançou uma chamada a todas as partes envolvidas para cumprir suas "responsabilidades" a fim de acabar com o conflito no Oriente Médio. EFE jm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG