Khamenei afirma que o povo escolheu quem desejava como presidente

O guia supremo iraniano, o aiatolá Ali Khamenei, declarou nesta sexta-feira que o povo escolheu quem queria como presidente do Irã, na votação da semana passada criticada pela oposição e que terminou com a reeleição do presidente Mahmud Ahmadinejad.

Redação com agências internacionais |

No mesmo discurso, Khamenei afirmou que Ahmadinejad foi eleito com 24 milhões de votos e que as opiniões do presidente são mais próximas das ideias dele.

"Terremoto político"

Khamenei qualificou de "terremoto político" e uma "festa histórica" as eleições presidenciais do dia 12 de junho, que a oposição denunciou como fraudulentas.

Em um sermão para dezenas de milhares de pessoas na Universidade de Teerã, Khamenei destacou o fato de que cerca de 40 milhões de iranianos - 85% da população - apoiaram com seu voto os princípios da revolução.

O líder supremo iraniano também acusou os "inimigos do Islã" de tentar provocar inquietação entre os muçulmanos, mas disse que desde o início da Revolução Islâmica, há 30 anos, muitos eventos podiam ter derrubado o sistema, mas "o navio sempre atracou no porto".

*Com informações da Efe e AFP*

Análises:

Leia também:

Leia mais sobre: Irã

    Leia tudo sobre: irã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG