Kennedy será sepultado no cemitério de Arlington

OAK BLUFFS, Massachusetts (Reuters) - O senador democrata Edward Kennedy será sepultado no sábado no Cemitério Nacional de Arlington, nos arredores de Washington, ao lado dos dois irmãos assassinados no auge das suas carreiras políticas. Kennedy morreu na terça-feira aos 77 anos em Hyannis Port, Massachusetts, após lutar durante mais de um ano contra um tumor cerebral. O enterro foi marcado para 17h de sábado (18h em Brasília), numa cerimônia reservada.

Reuters |

O túmulo ficará ao lado do de John F. Kennedy, morto em 1963 durante seu mandato presidencial, e o de Robert Kennedy, assassinado em 1968 quando era senador e pré-candidato à Presidência.

Além de Kennedy, o único outro presidente americano enterrado no local é William H. Taft, morto em 1930.

Edward Kennedy terá direito a ser sepultado em Arlington porque serviu nas forças armadas e ocupou um cargo no legislativo do país.

Na quinta-feira, um cortejo deixará a propriedade da família Kennedy em Hyannis Port levando o corpo do senador para a biblioteca presidencial John F. Kennedy, em Boston, que ele próprio ajudou a desenvolver ao longo dos anos, transformado o local em um fórum de debates.

O velório, na sexta-feira, será aberto ao público de 10h às 16h. Das 19h às 21h haverá um "Memorial de Celebração da Vida," apenas para convidados.

A missa fúnebre do senador está programada para o sábado na basílica de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Boston, onde o senador, católico, rezava diariamente na época em que sua filha Kara enfrentou um câncer de pulmão.

O presidente Barack Obama, que passa férias no balneário de Martha's Vineyard, também em Massachusetts, deve comparecer.

(Reportagem de Ross Colvin e Patricia Zengerle)

REUTERS PVC

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG