Karzai nega fraudes em massa na eleição presidencial

O presidente afegão, Hamid Karzai, que lidera com ampla vantagem os resultados da eleição de 20 de agosto, negou nesta quinta-feira a ocorrência de fraudes em massa na votação, como denunciam a oposição e os observadores estrangeiros.

AFP |

"Os meios de comunicação têm informado fraudes em massa. Não foi tão grande. Se houve fraude, foi pequena. Acontece em todo o mundo", declarou Karzai à imprensa um dia depois do anúncio dos resultados preliminares que mostram ele com 54,6% dos votos.

No entanto, centenas de milhares de cédulas estão sendo recontadas pelas denúncias de fraude eleitoral e os observadores da União Europeia (UE) afirmaram que 25% dos votos são suspeitos, em sua grande maioria a favor de Karzai.

"Se houve fraude, tem que ser investigado, mas investigado de forma justa e sem preconceitos", afirmou Karzai.

"Espero que nossos amigos estrangeiros respeitem o povo do Afeganistão e deixem que a Comissão Eleitoral Independente e a Comissão para Reclamações Eleitorais façam seu trabalho sem preconceitos", completou.

shk-cm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG