Karzai anuncia vitória mas comissão eleitoral não confirma

A Comissão Eleitoral Independente do Afeganistão não confirmou a vitória no primeiro turno anunciada pela equipe do presidente Hamid Karzai, um dia depois das eleições presidenciais no país.

AFP |

AP

Mulher afegã vota em colégio eleitoral de Jalalabad

"Não podemos confirmar esta declaração", declarou à AFP o porta-voz da Comissão, Zekria Barakzai.

"A tarefa desta comissão é anunciar os resultados e vamos esperar os mapas de resultados", completou.

Algumas horas antes, a equipe de Karzai anunciou a vitória de seu candidato no primeiro turno.

"Segundo a informação que temos até agora, podemos dizer que não será necessário um segundo turno. Estamos na frente", afirmou Din Mohammad, diretor da campanha de Karzai.

"Recebemos os dados de nossos observadores", acrescentou.

Reuters

Funcionárias contam os votos em colégio eleitoral, após o término da votação

Ao mesmo tempo, no entanto, a equipe do candidato Abdullah Abdullah, principal rival de Karzai, anunciou estar na liderança na apuração parcial.

"Os resultados que recebemos de nossos observadores nos dizem que temos 63% dos votos e Karzai tem 31%", declarou à AFP Sayed Aqa Fazil Sancharaki, porta-voz da campanha de Abdullah.

"Não são resultados definitivos. Seguimos recebendo resultados de nossos agentes em campo. Talvez os tenhamos amanhã".

A apuração foi concluída nesta quinta-feira, mas os resultados só devem ser anunciados na próxima semana, segundo a Comissão Eleitoral Independente, que estimou a participação entre 40 e 50%.

"A apuração de votos das eleições presidenciais terminou", anunciou Barakzai.

"A participação não foi a mesma no norte, sul e centro do país, mas foi bastante boa. Prevejo que estará entre 40 e 50%".

O Afeganistão compareceu às urnas na quinta-feira para a segunda eleição presidencial de sua história, celebrada simultaneamente com as regionais.

Os talibãs ameaçaram atacar os locais de votação, mas o grau de violência foi considerado limitado ante o temor antes das eleições.


Clique aqui para ver o infográfico

Leia também:


Leia mais sobre: Afeganistão

    Leia tudo sobre: afeganistãocabuleleições

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG