Karzai admite que negocia em segredo com talibãs afegãos

"Estamos falando com os talibãs de compatriota para compatriota", afirmou presidente afegão

AFP |

O presidente afegão Hamid Karzai admitiu que mantém reuniões extraoficiais com representantes dos talibãs já há algum tempo, numa tentativa de acabar com a guerra que já dura nove anos, de acordo com uma entrevista à CNN divulgada neste domingo.

"Estamos falando com os talibãs de compatriota para compatriota", afirmou Karzai ao entrevistador Larry King da CNN quando indagado sobre uma notícia do Washington Post a respeito.

O jornal falou de conversações secretas de alt nível entre os talibãs e o governo afegão.

"Não como um contacto regular oficial com os talibãs num local estabelecido, e sim de uma forma extraoficial e pessoal, algo que tem acontecido há algum tempo", afirmou o presidente segundo trechos da entrevista que será exibida nesta segunda-feira.

Na quinta-feira, Karzai inaugurou oficialmente o Conselho de Paz, que pretende estabelecer contatos com os insurgentes e encontrar soluções para acabar com a guerra no país.

"Todas as províncias, todos os distritos, todos os vilarejos esperam esforços do Alto Conselho de Paz. Esforços para restabelecer a paz nesta terra", afirmou, na ocasião.

O conselho tem a responsabilidade de iniciar o diálogo com os insurgentes, após quase nove anos de conflito no país.

A criação do conselho, por iniciativa de Karzai, foi aprovada em junho por uma "jirga (assembleia tribal) para a paz" reunida em Cabul.

    Leia tudo sobre: Hamid Karzaitalibãs

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG