Karzai admite que Afeganistão recebe dinheiro do Irã

Reportagem do "The New York Times" afirmou que assessor do presidente tem missão de promover "interesses iranianos" no país

iG São Paulo |

O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, admitiu nesta segunda-feira que seu governo recebe "pacotes de dinheiro" do Irã, mas afirmou que os pagamentos são "transparentes" e uma forma de ajuda ao país.

"O governo iraniano nos ajuda uma ou duas vezes ao ano com cerca de 500 mil a 700 mil euros por vez", disse Karzai em uma entrevista coletiva. "É tudo transparente. O dinheiro chega em pacotes", completou.

A declaração foi feita após o jornal americano "The New York Times" ter afirmado que o assessor presidencial Umar Daudzai recebeu dinheiro do Irã regularmente. Uma fonte ocidental anônima, citada pelo diário, afirmou se tratar de um "fundo para subordos". "A missão de Daudzai é promover os interesses iranianos", afirmou a fonte ao jornal.

Nesta segunda-feira, Karzai disse que Daudzai recebe o dinheiro do governo iraniano sob suas instruções. "É ajuda oficial", afirmou. A embaixada do Irã em Cabul qualificou de "ridículas e ofensivas" as afirmações do "The New York Times".

Karzai afirmou, ainda, que "muitps países", incluindo os Estados Unidos, ajudam o Afeganistão. Ele acrescentou que falou sobre os pagamentos ao ex-presidente americano George W. Bush, quando ele ainda estava no poder.

Com AFP

    Leia tudo sobre: afeganistãokarzaiirãguerraeua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG