Karadzic pode ser extraditado no fim de semana

Belgrado, 23 jul (EFE).- O suposto criminoso de guerra Radovan Karadzic, detido na segunda-feira passada, pode ser extraditado ao Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII) no final desta semana ou no começo da próxima, informou o porta-voz da Procuradoria sérvia de crimes de guerra, Bruno Vekaric.

EFE |

O porta-voz não pôde precisar a data da extradição, ao explicar que tudo dependerá do cumprimento dos prazos previstos pelas leis sérvias e da decisão de um conselho judicial.

"É difícil indicar o dia em que (Karadzic) será extraditado. Sua identidade foi estabelecida. Agora, sua defesa tem o direito a recorrer da decisão de extradição, e já anunciou que fará isso", disse.

Vekaric disse ainda que depois dessa decisão de apelação haverá um prazo de três dias no qual o conselho judicial deve tomar a decisão definitiva.

"É mais realista esperar que (a extradição) aconteça na segunda ou na terça-feira, mas também poderia ser antes", indicou.

Os procedimentos legais para a extradição de Karadzic ao TPII, em Haia, começaram após um interrogatório feito por um juiz de instrução.

O advogado de Karadzic, Svetozar Vujacic, anunciou que na próxima sexta-feira, o último dia previsto pela lei, recorrerá da decisão sobre a extradição de seu cliente.

Karadzic, de 63 anos, foi detido na segunda-feira passada nos arredores de Belgrado, onde vivia e trabalhava com uma identidade falsa.

Ele é acusado pelo TPII do genocídio de Srebrenica e de graves crimes de guerra cometidos durante o assédio de Sarajevo, entre outras acusações. EFE Sn/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG