interesse pessoal - Mundo - iG" /

Karadzic pede afastamento de juiz de TPII por interesse pessoal

Bruxelas, 19 ago (EFE).- O ex-líder servo-bósnio Radovan Karadzic solicitou o afastamento de um dos juízes do Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII), Alphons Orie, que afirmou ter interesses pessoais no caso.

EFE |

O suposto criminoso de guerra, aprisionado nos arredores de Belgrado em 21 de julho, enfrenta 11 acusações por crimes de guerra e lesa-humanidade supostamente cometidos durante a Guerra da Bósnia (1992-1995).

Karadzic alega, como provas da falta de objetividade de Orie, outras sentenças ditadas pelo juiz, como os 27 anos de reclusão impostos a seu "braço direito" na Bósnia, Momcilo Krajisnik.

Também fez referência às penas impostas ao ex-líder dos sérvios da Croácia Milan Babic, condenado a 13 anos de prisão, e que acabou se suicidando na prisão, e ao ex-general Stanislav Galic, que pegou prisão perpétua.

Ele lembrou ainda a atuação de Orie nos procedimentos contra o ex-líder ultranacionalista sérvio Vojislav Seselj, um dos acusados do TPII que mais resistência apresentou à ação da Justiça.

Segundo Karadzic, a participação de Orie em seu julgamento representaria "numerosas irregularidades e obstáculos à defesa".

Segundo ele, já em sua primeira aparição perante a corte, em 31 de julho, Orie lhe "impediu de expor oralmente argumentos muito relevantes sobre os riscos para sua segurança pessoal e sobre a intenção das autoridades americanas de acabar com ele". EFE epn/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG