Karadzic deve se apresentar pela 1ª vez à Corte de Haia

O ex-líder sérvio da Bósnia, Radovan Karadzic, deve se apresentar ao Tribunal Internacional para a ex-Iugoslávia, em Haia, na Holanda, pela primeira vez nesta quinta-feira. Karadzic, preso em Belgrado na semana passada depois de passar 13 anos foragido, foi extraditado para a Holanda na quarta-feira e está detido em uma cela de 15 metros quadrados na prisão da ONU.

BBC Brasil |

Cortesia do Tribunal Penal Internacional
Sala de ex-líder sérvio tem televisão e até computador

Na audiência desta quinta-feira, marcada para 14h GMT (11h, horário de Brasília), os juízes devem detalhar ao ex-líder sérvio as acusações contra ele, que incluem genocídio e crimes contra a humanidade ligadas ao conflito na Bósnia (1992 a 1995), ocorrido após a desintegração da Iugoslávia.

Depois disso, ele terá 30 dias para apresentar sua defesa.

Karadzic, que responde por 11 acusações, já afirmou que irá fazer sua própria defesa, a exemplo do que fez o ex-presidente iugoslavo Slobodan Milosevic, quando foi julgado pelo mesmo tribunal.

Processo
Segundo o correspondente da BBC em Haia, Dominic Hughes, a audiência desta quinta-feira deve ser apenas a primeira luta de uma longa batalha judicial.

De acordo com o promotor-chefe do Tribunal, Serge Brammertz, o julgamento vai ser complexo, já que o acusado pretende fazer sua própria defesa e precisará de mais tempo para estudar o próprio processo.

Além disso, ainda precisará ser implantado um sistema de proteção às testemunhas específico para o caso.

Segundo os advogados de Karadzic, ele estava "relaxado e confiante" antes de sua extradição para a Holanda, na quarta-feira.

Expectativa
A aparição de Karadzic no Tribunal de Haia será um momento-chave para a Sérvia, já que desde que foi indiciado, em julho de 1995, o país sofre pressão para capturar o ex-líder.

Depois de sua prisão, a pressão para a captura de outros dois fugitivos, entre eles o comandante militar na época do conflito, Ratko Mladic, continua a pesar contra o governo sérvio, que tem esperanças de juntar o país à lista das nações integrantes da União Européia.

Blic

Karadizic é fotografado sem barba
De acordo com Helen Fawkes, correspondente da BBC em Belgrado, há uma expectativa sobre a aparência do ex-líder sérvio, já que a audiência irá marcar sua primeira aparição pública em mais de uma década.

Durante o período em que ficou foragido, Karadzic deixou a barba e os cabelos crescerem e viveu disfarçado como um médico alternativo em Belgrado.

Desde que foi preso, vários relatos da mídia comentavam que o ex-líder sérvio havia feito a barba e cortado os cabelos.

Nesta quinta-feira, o tablóide britânico The Sun publicou as primeiras fotos de Karadzic, feitas momentos antes de sua extradição. O mesmo retrato do ex-líder foi publicado ainda na edição do jornal sérvio Blic.

    Leia tudo sobre: karadzic

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG