Karadzic comparecerá pela primeira vez na quinta-feira ao TPI

O ex-presidente dos sérvios da Bósnia Radovan Karadzic, acusado pelo massacre de Srebrenica, comparecerá pela primeira vez na quinta-feira às 16h00 locais (11h00 de Brasília) diante de um juiz do TPI, que lhe perguntará se se declara culpado ou não, anunciou o Tribunal nesta quarta-feira.

AFP |

"A apresentação de Radovan Karadzic deve ocorrer na quinta-feira, 31 de julho, às 16h00", afirmou o Tribunal Penal Internacional (TPI) para a ex-Iugoslávia em um comunicado, indicando que seria ouvido pelo juiz holandês Alphons Orie.

Durante a primeira audiência será pedido a Karadzic que se declare culpado ou não de 11 acusações de crimes de guerra, crimes contra a humanidade e genocídio por seu envolvimento na guerra da Bósnia (1992-1995).

No entanto, não será obrigado a responder imediatamente, e disporá de um prazo legal de 30 dias para fazê-lo.

Karadzic, de 63 anos, chegou na manhã desta quarta-feira ao centro penitenciário do TPI em Scheveningen, nos arredores de Haia.

É acusado em particular pela matança de quase 8.000 homens e adolescentes muçulmanos em julho de 1995 em Srebrenica, leste da Bósnia.

Karadzic é considerado o cérebro da "limpeza étnica" lançada com o apoio de Belgrado, segundo a Promotoria do TPI, contra muçulmanos e croatas durante a guerra da Bósnia, que deixou 100.000 mortos e 2,2 milhões de refugiados, a metade da população bósnia.

axr/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG