Karadzic colaborava em publicação sobre saúde com pseudônimo

Belgrado, 22 jul (EFE).- O servo-bósnio Radovan Karadzic, acusado de crimes de guerra e detido nesta segunda-feira à noite na Sérvia, colaborava em uma publicação sobre saúde com o pseudônimo de Dragan Dabic, informou hoje a emissora B92.

EFE |

Karadzic, que vivia e trabalhava com identidade falsa em Belgrado, colaborava com a publicação "Zdrav Zivot" (Vida Saudável) há três meses.

A "B92" informa hoje que os editores da publicação, com tiragem de cerca de 15 mil exemplares, ficaram surpresos e consternados pelo fato de Karadzic colaborar sem que soubessem de quem se tratava.

Para ganhar a vida, o psiquiatra trabalhou em um consultório médico particular em Belgrado voltado para a medicina alternativa.

Outras fontes disseram hoje que Karadzic realizou no passado várias conferências sobre temas médicos. No entanto, não houve nenhuma confirmação disso, já que as autoridades ainda estão reconstruindo as condições nas quais o servo-bósnio se escondia.

O ex-líder político servo-bósnio foi detido ontem à noite nos arredores de Belgrado, mas, até o momento, não foram comunicados os detalhes. EFE Sn/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG