Kadima apresenta na Knesset uma proposta para dissolver a Câmara em 90 dias

Jerusalém, 27 out (EFE).- O partido governante Kadima, dirigido por Tzipi Livni, apresentou hoje perante o Parlamento israelense uma proposta de lei para que a Câmara seja dissolvida nos próximos 90 dias.

EFE |

O presidente do grupo parlamentar do citado partido, Yoel Hason, entregou a proposta de dissolução no secretariado da Knesset esta mesma amanhã, durante a sessão de abertura do novo período de sessões.

O objetivo é conseguir que se fixe o mais rápido possível uma data para a realização de eleições gerais, informou o jornal "Yedioth Ahronoth" em sua versão digital.

Espera-se, além disso, que Hason peça ao Comitê Interno da Knesset que vote hoje mesmo a proposta de lei, em vez de esperar os 45 dias freqüentes nestes casos. EFE aca/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG