Justiça turca aceita abrir processo contra rede que buscava derrubar Governo

Istambul, 25 jul (EFE).- O 13º Juizado Penal de Istambul aceitou hoje abrir o processo judicial contra uma suposta rede - conhecida como Ergenekon - que pretendia derrubar o Governo, a partir da acusação apresentada pela Procuradoria, informou a rede turca NTV.

EFE |

A Procuradoria acusa 86 pessoas - entre elas altos comandantes militares aposentados, acadêmicos e jornalistas - de formar uma rede terrorista de ideologia ultranacionalista com o objetivo de derrubar o Governo islâmico moderado do primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan.

Assim, começa um processo judicial que gerou forte polêmica na Turquia e que é considerado chave para desarticular o que na Turquia é conhecido como o "Estado profundo", uma obscura rede de relações entre as forças de segurança do Estado, organizações de extrema-direita e a máfia. EFE Amu/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG