Justiça russa abre investigação contra a Aeroflot por acidente aéreo

A procuradoria geral russa anunciou a abertura de uma investigação sobre a segurança aérea na companhia Aeroflot, depois do acidente com um de seus aviões no último domingo nos montes Urais, que provocou 88 mortes.

AFP |

"O ministério público vai verificar a aplicação do regulamento de segurança aérea na companhia", destacou a procuradoria em um comunicado.

Um Boeing 737 da Aeroflot procedente de Moscou caiu pouco antes de pousar em Perm, 1.400 km ao leste da capital russa. A aeronave pertencia a Aeroflot-Norte, filial que pertence em 51% à companhia russa.

Além da Aeroflot e suas filiais, a justiça também vai investigar as agências federais de segurança aérea.


Bombeiros e policiais procuram vítimas em linha férrea onde Boieng 737 caiu

Leia mais sobre Aeroflot

    Leia tudo sobre: aeroflot

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG