Justiça põe em liberdade sob fiança o ex-presidente guatemalteco Portillo

A justiça da Guatemala pôs em liberdade sob fiança o ex-presidente guatemalteco Alfonso Portillo, extraditado nesta terça-feira do México sob a acusação de crimes de corrupção.

AFP |

Portillo (2000-2004) terá que desembolsar fiança de 132.450 dólares, devendo também apresentar-se a cada 15 dias ao tribunal, segundo a resolução do magistrado Julio Gerónimo Xitumul.

Portillo fugiu em 2004 para o México depois de ser acusado por crimes de peculato, abuso de autoridade e desvio de 120 milhões de quetzales (15,8 milhões de dólares) do orçamento do Exército em 2001.

ec/fj/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG