Justiça peruana confirma adiamento de julgamento de Fujimori

(atualiza com comunicado da Sala Penal Especial da Corte Suprema de Justiça) Lima, 10 jul (EFE).- A Sala Penal Especial da Corte Suprema de Justiça anunciou hoje que o julgamento do ex-presidente Alberto Fujimori será suspenso e retomado na próxima segunda-feira para que o ex-chefe de Estado possa se recuperar da operação na língua à qual foi submetido nesta quinta-feira.

EFE |

Em um breve comunicado de imprensa, a Sala, presidida pelo magistrado César San Martín, declarou que a sessão do julgamento será suspensa devido às recomendações do Instituto Nacional de Doenças Neoplásicas (Inen) e do Instituto Médico Legal (IML).

As duas instituições afirmaram que a intervenção à qual Fujimori foi submetido para a retirada de duas protuberâncias na língua requer 48 horas de repouso.

O ex-líder foi operado com sucesso hoje de dois granulomas na língua, uma lesão causada por bactérias que provoca sangramento, na sede do Inen, para onde foi levado com fortes medidas de segurança do centro de detenção na sede da Direção de Operações Especiais da Polícia (Diroes).

Em 5 de junho, Fujimori foi operado com sucesso de uma lesão cancerígena na língua, o que obrigou à suspensão do julgamento durante uma semana.

O ex-chefe de Estado é julgado por violações dos direitos humanos pela morte de 25 pessoas nos massacres de Barrios Altos e La Cantuta e poderia ser condenado a 30 anos de prisão caso seja considerado culpado. EFE amr/bm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG