Justiça investiga venda de camisetas anti-semitas em Paris

A Justiça francesa abriu uma investigação sobre a venda de camisetas com frases anti-semitas em uma loja da capital, Paris. As camisetas, cinzas e sem mangas, são estampadas em alemão e polonês com a frase: Proibida a entrada de judeus no parque.

BBC Brasil |

As estampas são reproduções de placas nazistas de 1940 que foram usadas na cidade polonesa de Lodz e tinham como alvo a comunidade judaica.

Cerca de 95% dos mais de 200 mil judeus que residiam na cidade morreram em campos de concentração durante a Segunda Guerra Mundial.

A assistente de vendas da loja parisiense, localizada no bairro de Belleville, afirmou que um cliente comprou cinco das camisetas por cerca de 18 euros (R$ 43) cada.

Ela disse ainda que não entendia o que as inscrições significavam.

O bairro de Belleville, no leste de Paris, tem sido cenário de contínuas disputas entre grupos de jovens judeus e norte-africanos.

A França abriga uma das maiores comunidades judaicas fora de Israel, com um número estimado de cerca de meio milhão de pessoas.

Leia mais sobre anti-semitas

    Leia tudo sobre: religião

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG