Justiça inocenta 3 por ataques a Londres em 2005

Por Michael Holden LONDRES (Reuters) - Três suspeitos foram inocentados nesta terça-feira por suspeitas de participação nos ataques a Londres em julho de 2005, no primeiro julgamento sobre o ataque à capital britânica que matou 52 pessoas.

Reuters |

Mohammed Shakil, Sadeer Saleem e Waheed Ali foram acusados de identificar possíveis alvos em Londres com dois dos quatro jovens muçulmanos britânicos que detonaram bombas caseiras em ataques coordenados em três trens do metrô londrino e um ônibus.

Promotores disseram que os três homens eram amigos dos suicidas Mohammed Sidique Khan, Shehzad Tanweer, Jermaine Lindsay e Hasib Hussain.

Os homens frequentaram a mesma mesquita e academia na pequena cidade de Beeston, no norte da Inglaterra, disseram os procuradores.

Embora não estivessem diretamente envolvidos na fabricação dos artefatos ou na condução dos ataques, detetives acreditam que os homens ajudaram a planejar as explosões.

Um júri no ano passado não chegou a um veredicto contra os homens, e nesta terça-feira Ali, de 25 anos, Shakil, 32, e Saleem, 28, foram inocentados da acusação de conspiração para as explosões em um novo julgamento em uma corte em Londres, informou a Press Association.

Mas Ali e Shakil foram condenados em uma segunda acusação de conspiração por frequentar um lugar usado para treinamentos terroristas. Promotores disseram que eles planejavam ir a um campo no Paquistão quando policiais os prenderam em março de 2007.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG