O vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça Eleitoral do Paraguai, Juan Manuel Morales, advertiu este sábado que a lei estabelece punições para os candidatos que se autoproclamarem vencedores.

"Estas eleições são atípicas. Temos que precaver tudo. Se um candidato se autoproclamar vencedor vamos puni-lo. Vamos fazer valer a lei", ameaçou Morales, em declarações a jornalistas.

O magistrado fez referência ao anúncio de alguns candidatos relativos à montagem de seus próprios centros de contagem de votos diante da desconfiança em relação à autoridade eleitoral, de maioria governista.

Além disso, advertiu que a punição se estende aos meios de comunicação ou entidades que fizerem contagens de boca-de-urna. "Se distorcerem a realidade, os responsáveis serão punidos", enfatizou.

hro/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.