Justiça dos EUA absolve marine acusado de matar iraquiano desarmado

Los Angeles (EUA), 29 set (EFE).- Um juiz militar de Camp Pendleton, na Califórnia, absolveu hoje o marine americano Jermaine Nelson, que era acusado de matar um iraquiano desarmado, informou hoje a imprensa local.

EFE |

Nelson, de 28 anos, havia se declarado culpado das acusações de negligência no descumprimento de seus deveres, relacionadas com a morte de um prisioneiro durante os primeiros dias de uma missão de sua unidade para capturar insurgentes na província de Anbar, no Iraque, em novembro de 2004.

Se fosse declarado culpado, o sargento poderia enfrentar prisão perpétua.

Segundo o advogado do soldado, Joseph Law, o acordo de não implica prisão para Nelson, mas uma baixa desonrosa.

O caso foi descoberto em 2006, quando o sargento Ryan Weemer revelou detalhes da operação em entrevista ao serviço secreto americano. EFE mg/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG