Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Justiça do Zimbábue liberta jornalistas estrangeiros

Harare - A justiça do Zimbábue ordenou nesta quarta-feira a libertação, sem acusações, de dois jornalistas estrangeiros que tinham sido detidos no dia 27 de março, informou sua defesa.

EFE |

A advogada Beatrice Mtetwa disse à Agência Efe que o tribunal considerou que as autoridades não conseguiram apresentar evidências suficientes contra o americano Barry Bearak, do jornal "The New York Times", e contra o jornalista britânico "freelancer" Stephen Bevan.

Mtetwa também assinalou que a Polícia devolveu os passaportes aos dois profissionais, cujos documentos tinham sido apreendidos quando eles foram detidos em um pequeno hotel de Harare.

Os dois profissionais estavam em liberdade sob fiança desde 7 de abril. A advogada não confirmou se os jornalistas serão deportados, uma ameaça que tinha sido feita pelas autoridades caso eles fossem libertados.

A Polícia acusou os dois profissionais de exercer o jornalismo sem o credenciamento oficial exigido para cobrir as eleições de 29 de março.

Leia mais sobre: Zimbábue 

Leia tudo sobre: zimbábue

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG