Justiça do Paquistão devolve direitos políticos a ex-premier Sharif

A Suprema Corte do Paquistão suspendeu nesta terça-feira uma sentença que proibia ao principal líder da oposição e ex-primeiro-ministro paquistanês, Nawaz Sharif, ser candidato em uma eleição.

AFP |

Desde seu retorno ao Paquistão em novembro de 2007, depois de sete anos de exílio para escapar de uma condenação a prisão perpétua por desvio de fundos e traição, Sharif, líder do maior partido da oposição, a Liga Muçulmana do Paquistão Nawaz (PML-N), não podia ser eleito para nenhum cargo.

"A Corte decidiu que a sentença contra Nawaz Sharif e Shahbaz Sharif está suspensa", declarou Ashtar Ausaf, um dos advogados dos irmãos Sharif.

Em 25 de fevereiro, a Suprema Corte havia mantido a proibição ao ex-premier, o que provocou muitos protetos no país.

sjd-jaf/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG