Por Andy Sullivan SAINT PAUL (Reuters) - Um grupo anarquista discutiu a possibilidade de sequestrar delegados da convenção republicana desta semana e de atirar coquetéis molotov no evento, segundo documentos judiciais divulgados na quarta-feira.

Oito supostos líderes do auto-intitulado 'Comitê de Boas-Vindas à Convenção Nacional Republicana' podem ser condenados a até cinco anos de prisão por promover distúrbios.

Os tribunais de Saint Paul estão avaliando os casos de cerca de 300 pessoas detidas em protestos nos dois primeiros dias da convenção republicana que vai homologar a candidatura de John McCain a presidente.

Em outro caso, um rapaz de 23 anos foi preso com coquetéis molotov que ele supostamente usaria para interromper a energia do evento.

Na segunda-feira, centenas de militantes mascarados quebraram vitrines e atiraram pedras e garrafas na polícia, maculando o caráter tranqüilo de uma manifestação pacifista realizada na capital de Minnesota.

Ao longo de um ano, os auto-intitulados anarquistas tentaram convencer grupos análogos de mais de 67 cidades a participar dos seus planos, e vários encontros para isso teriam ocorrido, segundo os documentos judiciais.

Um relatório de um agente a paisana que se infiltrou no grupo disse que eles cogitaram estender correntes numa rodovia próxima, sequestrar delegados, perturbar o evento com urina, fezes e pneus em chamas e até mesmo usar explosivos, como o coquetel molotov (bomba incendiária).

Eles também discutiram a hipótese de se disfarçar de funcionários e voluntários para se infiltrar no plenário, de bloquear os dutos de ventilação, de usar bonecos nas ruas para esconder armas e de jogar bolas de gude na rua para atrapalhar os policiais e seus cavalos.

A promotora Susan Gaertner disse que 16 adultos e 5 menores foram indiciados por crimes como destruição de patrimônio e obstrução da Justiça. Devido à dificuldade de estabelecer responsabilidades no caos do confronto, 27 detidos foram liberados sem acusações, e outros 47 foram processados por contravenções, segundo o promotor John Choi.

Deve haver mais protestos na quinta-feira, quando McCain fará o discurso de aceitação da candidatura.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.