Bangcoc, 2 dez (EFE).- O Tribunal Constitucional ordenou hoje a dissolução do partido do primeiro-ministro da Tailândia, Somchai Wongsawat, ao declará-lo culpado de fraude eleitoral.

A decisão está ligada à investigação aberta sobre o Partido do Poder do Povo (PPP) pelas irregularidades cometidas por vários de seus políticos nas eleições de dezembro de 2007. EFE grc/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.