Caso da Mala - Mundo - iG" /

Justiça da Venezuela ordena detenção de Guido Antonini por Caso da Mala

Caracas 1 ago (EFE).- A Promotoria da Venezuela indicou hoje ter ordenado a detenção do empresário Guido Antonini pelo caso em que tentou introduzir ilegalmente uma mala na Argentina com aproximadamente US$ 800 mil, em 4 de agosto de 2007.

EFE |

O comunicado da Promotoria revelou que a ordem de detenção partiu do Tribunal 18 de Controle da Área Metropolitana de Caracas, aos órgãos de segurança do Estado e à Interpol (Polícia Internacional), a fim de que capturem e transfiram ao país Antonini.

Antonini tentou ingressar ilegalmente na Argentina com uma valise contendo US$ 790.550, mas foi descoberto pelos funcionários da Alfândega argentina.

O empresário chegou a Buenos Aires em um vôo privado procedente de Caracas, acompanhando executivos das estatais petrolíferas Enarsa, da Argentina, e Petróleos de Venezuela S.A. (PDVSA), da Venezuela.

De acordo com versões da imprensa venezuelana, Antonini se encontra atualmente em liberdade nos Estados Unidos, onde um tribunal da Flórida está avaliando seu caso.

A hipótese ventilada, negada pelo Governo argentino, sustenta que os US$ 800 mil eram destinados à campanha eleitoral da atual presidente da Argentina, Cristina Fernández. EFE rr/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG