espionagem - Mundo - iG" /

Justiça da China indicia funcionários da Rio Tinto por espionagem

A Justiça da China indiciou formalmente quatro funcionários da mineradora anglo-australiana Rio Tinto, acusados de suborno e espionagem industrial, informou nesta quarta-feira a imprensa estatal chinesa. Segundo a agência de notícias Xinhua, um dos acusados é o cidadão australiano Stern Hu, diretor de operações de minério de ferro da Rio Tinto na China.

BBC Brasil |

Os outros três são chineses.

Os quatro estavam presos em Xangai desde o início de julho, em um momento em que a Rio Tinto e outras mineradoras renegociavam os preços do minério de ferro e de aço com a China.

De acordo com a agência de notícias estatal chinesa, Hu e seus colegas são acusados de tentar obter informações confidenciais que poderiam dar a eles uma vantagem nestas negociações.

A Rio Tinto nega as acusações.

'Retaliação'
O governo da Austrália fez um apelo para que Hu tenha acesso a um advogado para defendê-lo no processo.

"Pedimos à China que permita ao sr. Hu todo o tipo de proteção disponível sob a lei chinesa, incluindo o acesso a uma representação legal", diz um comunicado divulgado pelo Departamento de Relações Exteriores australiano.

Em julho, o ministro do Comércio da Austrália, Simon Crean, alertou que as relações comerciais de seu país com a China poderiam ser prejudicadas se o caso não fosse administrado de maneira "apropriada".

Políticos da oposição australiana afirmaram que as prisões são uma retaliação pelo fracasso de um acordo entre a Rio Tinto e a mineradora estatal chinesa Chinalco, em junho.

A Rio Tinto cancelou um investimento de US$ 19,5 bilhões da Chinalco em favor de uma associação com a também anglo-australiana BHP Billiton.

As duas empresas agora estão em vias de fusão para as operações de minério de ferro no oeste da Austrália.

Mas o ministro Crean não acredita que os dois incidentes estejam relacionados.

A China é o maior parceiro comercial da Austrália, com um volume da ordem de US$ 53 bilhões, em 2008. Cerca de US$ 14 bilhões deste total vêm das exportações de minério de ferro, através da Rio Tinto e da BHP Billiton.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG