Um tribunal de apelações dos Estados Unidos confirmou nesta segunda-feira a pena de prisão perpétua para o franco-marroquino Zacarias Moussaoui, por cumplicidade nos atentados de 11 de setembro de 2001.

Moussaoui havia sido condenado a prisão perpétua em 2006, por um tribunal federal na Virgínia, com pena confirmada em janeiro de 2008.

Preso semanas antes dos ataques do 11 de Setembro, contra Nova York e Washington, Moussaoui afirmou ser membro da rede terrorista Al-Qaeda e se declarou culpado, em abril de 2005, de cumplicidade nos atentados que mataram quase 3 mil pessoas.

lum/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.