Israelense de 23 anos confessou ter provocado o fogo no parque Torres del Paine

A justiça chilena processou neste sábado (31) um cidadão israelense, de 23 anos, que confessou ter provocado o incêndio que afeta o parque nacional Torres del Paine , na Patagônia chilena, que até agora consumiu mais de 11 mil hectares.

Leia mais : Polícia prende suspeito por incêndio na Patagônia do Chile

O promotor Juan Meléndez confirmou aos jornalistas que o israelense, identificado como Roter Singer, pegou uma detenção regional de três meses - o que significa que ele não pode sair da região enquanto durar as investigações. "O homem confessou que em uma ação involuntária queimou um pedaço de papel higiênico, o que finalmente produziu o incêndio", disse Meléndez.

O promotor explicou que graças a uma testemunha que observou toda a ação do turista israelense, se pôde conseguir com rapidez sua identificação. Segundo a "Radio Bío-Bío", o veículo no qual o acusado estava foi atacado por várias pessoas que protestavam nos arredores do tribunal. Segundo as autoridades, o parque ficará fechado durante todo o mês de janeiro

"Nós, quem é de Puerto Natales, estamos desconcertados com o que acaba de acontecer. Sentimos raiva, impotência e indignação, porque nos cortaram as mãos, já que este é nosso sustento principal durante os meses de verão", assinalou uma das pessoas que protestavam.

Ela lembrou que há seis anos outro turista estrangeiro gerou um incêndio no parque nacional e que acabou ficando livre pagando apenas uma multa de 250 mil pesos (cerca de R$ 909). Em fevereiro de 2005, um incêndio causado por Jiri Smitak, um turista tcheco que usou de forma errada um fogareiro, destruiu 13.880 hectares do local. Smitak, que foi detido e processado, pediu perdão e seu governo, posteriormente, financiou de forma voluntária o reflorestamento da área destruída.

O incêndio que afeta Torres del Paine, a 2.000 quilômetros ao sul de Santiago, começou na quarta-feira passada, situação que obrigou a evacuação de centenas de turistas e trabalhadores da região. O presidente Sebastián Piñera informou através de sua conta no Twitter, que foram controlados três dos seis focos do incêndio e que um quarto estaria a ponto de ser controlado.

"Hoje com grande trabalho de brigadistas e intenso uso de helicópteros conseguimos controlar três dos seis focos do incêndio em Torres del Paine", ressaltou. "Graças ao melhor clima esperamos controlar em breve um quarto foco de incêndio e iniciar imediatamente as tarefas de recuperação do parque", acrescentou o líder chileno. 

"Pedi ao Intendente (Governador) para se reunir com empresas turísticas do parque para acertar a mais pronta reabertura e proteger o resto da temporada turística".

Ao parque nacional Torres del Paine, declarada reserva da Biosfera pela Unesco, chegam nos meses de verão cerca de 130 mil visitantes, a maioria europeus.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.