Justiça argentina revoga resolução contra fusão de empresas de TV a cabo

Buenos Aires, 18 set (EFE).- A Justiça argentina deixou sem efeito uma resolução governamental contra a fusão das companhias de televisão a cabo Cablevisión e Multicanal, controladas pelo grupo Clarín, o maior conglomerado de meios de comunicação do país, informou hoje a imprensa local.

EFE |

O juiz Esteban Furnari ordenou a suspensão da resolução emitida há duas semanas pelo Comitê Federal de Radiodifusão (Comfer) contra a fusão e na qual obrigava a Cablevisión a apresentar um plano de desinvestimento.

A resolução do Comfer, que agora ficou sem efeito, também ordenava a realização de uma auditoria e impedia às empresas remover ou substituir bens.

O "Clarín", em sua edição de hoje, informou que o juiz Furnari determinou que o Comfer não era habilitado para emitir uma resolução contra a fusão, operação que tinha sido autorizada em 2007 pela Comissão de Defesa da Concorrência, o órgão antimonopólio da Argentina, após 14 meses de análise.

Multicanal e Cablevisión saõ controladas em 60% pelo grupo Clarín, enquanto que os 40% restantes das ações está em mãos da americana Fintech. EFE nk/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG