Justiça argentina anula multa a Shell por falta de diesel

Buenos Aires, 11 out (EFE).- Um juiz argentino anulou uma multa de US$ 300 mil que o Governo tinha aplicado no ano passado à companhia petrolífera anglo-holandesa Shell por falhas na provisão de óleo diesel em um de seus postos de gasolina de Buenos Aires, informa hoje a imprensa local.

EFE |

A decisão foi tomada pelo juiz Daniel Petrone, que segundo fontes judiciais citadas pelos diários argentinos "Clarín" e "La Nación" resolverá com o mesmo critério uma série de outros casos sobre multas similares aplicadas em 2007 a Shell.

Neste caso, o juiz Petrone considerou em sua sentença que a companhia petrolífera não teve oportunidades justas de se defender.

As sanções à companhia petrolífera marcaram o ponto mais áspero de uma antiga disputa entre Shell e o secretário de Comércio argentino, Guillermo Moreno.

A Shell foi a única petrolífera que enfrentou a política de regulações e congelamento de preços aplicada pelo Governo de Néstor Kirchner no setor energético. EFE cw/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG