Justiça alemã dita ordem de prisão contra suspeitos de planejar ataque

Berlim, 27 set (EFE).- A Procuradoria de Bonn emitiu hoje uma ordem de prisão contra os dois supostos terroristas que foram retidos na sexta-feira a bordo de um avião da companhia aérea holandesa KLM no aeroporto de Bonn-Colônia, por suspeitar que planejavam um atentado.

EFE |

Os dois suspeitos, um alemão nascido em Mogadíscio e um somali, identificados como Omar D. e Abdirazak B., de 24 e 23 anos, respectivamente, estariam tramando "um atentado em um futuro próximo", disseram fontes da Procuradoria.

Os dois foram retidos às 6h55 (1h55 de Brasília), quando já estavam sentados no avião prestes a decolar com direção a Amsterdã, e acredita-se que pretendiam a chegar ao Paquistão para se juntar à jihad.

No vôo, havia 40 passageiros, que tiveram que sair do avião para identificar suas bagagens, mas a operação foi feita com discrição.

Os suspeitos, um dos quais vive em Bonn, não estavam armados, mas, segundo informações policiais, tinham deixado cartas de despedida a parentes e amigos.

O ministro do Interior alemão, Wolfgang Schäuble, disse que as detenções mostram que a Alemanha está "no alvo do terrorismo islâmico", mas também que as forças policiais estão alertas e que não se deve deixar levar pelo pânico. EFE gc/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG