Justiça acusa palestinos de matar 2 soldados israelenses

Jerusalém, 24 set (EFE).- Três palestinos residentes em Jerusalém Oriental foram acusados de ter participado do assassinato de dois policiais israelenses este ano, conforme foi divulgado hoje.

EFE |

No ata de acusação, apresentada há dez dias pela Promotoria ao Tribunal de Distrito de Jerusalém, eles são acusados dos delitos de assassinato, tentativa de homicídio, posse ilegal de armas de fogo e tráfico de armas.

Os três acusados pertenciam a uma célula de sete palestinos, seis deles de Jerusalém Oriental, que mataram dois policiais israelenses e feriram outros em dois ataques: em janeiro no campo de refugiados de Shuafat e em maio em uma porta de acesso à cidade antiga.

A divulgação do caso chega dois dias depois de um jovem palestino de Jerusalém Oriental ferir 19 pessoas, quase todos soldados israelenses. EFE ap/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG