Júri vê imagens de Jean Charles minutos antes da morte

O júri da investigação sobre a morte de Jean Charles de Menezes viu nesta quarta-feira imagens do imigrante brasileiro viajando em um ônibus para a estação de metrô londrina de Stockwell, poucos minutos antes de ser morto pela polícia, em 22 de julho de 2005.

AFP |

A corte, que foi transferida para o campo de críquete Oval, no sul de Londres, viu, no terceiro dia inquérito judicial, um vídeo captado pelas câmeras do circuito interno do ônibus que o eletricista de 27 anos pegou em Tulse Hill, o bairro em que morava.

Nas imagens se observa Jean Charles, vestido com uma jaqueta jeans, subir no ônibus, seguido de perto por um agente da Scotland Yard vestido à paisana.

O vídeo mostra também o momento em que o brasileiro desceu do ônibus para seguir até a estação de metrô de Brixton. Porém, ao perceber que a estação estava fechada, sobe novamente no ônibus para ir até Stockwell.

Foi nesta estação em que dois agentes da Scotland Yard o atingiram com sete tiros na cabeça acreditando que ele era um terrorista, um dia depois dos atentados frustrados contra o sistema de transporte londrino e duas semanas depois dos ataques que deixaram 52 mortos e centenas de feridos em Londres.

ame/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG