Júri de tribunal australiano é flagrado jogando sudoku

O julgamento de dois acusados de planejar a fabricação de anfetaminas para revenda na Austrália teve que ser suspenso depois que se descobriu que parte do júri passou a maior parte do tempo jogando o quebra-cabeça numérico sudoku. O juiz Peter Zahra suspendeu o julgamento em Sydney depois que uma das integrantes do júri admitiu que ela e outros cinco integrantes estavam jogando sudoku para combater o tédio.

BBC Brasil |

O julgamento contava com 105 testemunhas e já durava três meses. Os custos do processo já estavam girando em torno de 1 milhão de dólares australianos (cerca de R$ 1,5 milhão), e os dois acusados podem ser condenados à prisão perpétua.

A promotoria e a defesa fariam suas considerações finais ainda nesta semana. Mas, na semana passada, um dos acusados prestava seu depoimento quando viu a porta-voz do júri fazendo o que ele pensou ser um jogo de sudoku, segundo o jornal australiano Sydney Morning Herald.

O outro acusado alegou ter visto o mesmo, e os advogados de defesa, Adam Morison e Michael Coroneos, fizeram um pedido conjunto para a suspensão.

"Mente ocupada"
A porta-voz do júri confirmou em depoimento ao juiz Zahra as suspeitas dos acusados. Segundo ela, quatro ou cinco jurados trouxeram as folhas com o jogo, tiraram cópias para jogar durante o julgamento e comparar os resultados na pausa para as refeições.

Ela admitiu que passou mais da metade do tempo do julgamento jogando sudoku. Outra jurada afirmou que apelou para o quebra-cabeça numérico para manter a "mente ocupada".

"É difícil manter minha atenção o tempo todo, e isso (sudoku) não me distrai muito do julgamento", disse uma das juradas à agência de notícias australiana Australian Associated Press.

"Notei que eles estavam escrevendo em direções diferentes e logo pensei: 'eles não estão fazendo anotações'", disse Robin Hakelis, uma das advogadas de defesa.

Adam Morison, outro advogado de defesa, disse ao Sydney Morning Herald que é "extraordinário que 105 testemunhas, 20 delas policiais, deram seus depoimentos e não viram o que estava acontecendo".

Não existe uma punição legal para os integrantes do júri flagrados jogando sudoku. Um novo julgamento deve começar nas próximas semanas, assim que um novo júri for convocado.

    Leia tudo sobre: austrália

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG