Junta Militar birmanesa forma militares para serem candidatos em eleição

Bangcoc, 16 set (EFE).- A Junta Militar de Mianmar selecionou hoje 300 oficiais das Forças Armadas que farão parte da lista de candidatos de um dos partidos que disputarão as eleições de 2010, informou hoje a rádio estatal.

EFE |

O grupo de militares, que concorrerá pelo novo Partido da Política Nacionalista (PPN), começou ontem a ter aulas no curso de formação da Universidade Nacional de Defesa, que terá três meses de duração.

O PPN, que formalizará sua inscrição depois que o Governo militar sancionar a lei eleitoral nas próximas semanas, é uma das novas legendas que o regime financia e promove para garantir a presença dos generais no Legislativo birmanês.

De acordo com a Constituição aprovada em maio por um plebiscito, os militares têm reservados para si um quarto doas assentos do Parlamento.

Até o momento, o Governo do general Than Shwe não revelou o calendário do processo eleitoral, que, segundo grupos de dissidentes birmaneses e Governos ocidentais, buscar assegurar a permanência dos militares no poder. EFE grc/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG