Junta Militar birmanesa aceita ajuda dos EUA para desabrigados

Bangcoc, 8 mai (EFE).- A Junta Militar de Mianmar (antiga Birmânia) autorizou os Estados Unidos a enviarem ajuda aos desabrigados pelo ciclone tropical Nargis no sul do país, confirmaram hoje fontes da delegação diplomática americana em Bangcoc.

EFE |

Os EUA, que impõem sanções ao regime birmanês pela violação dos direitos humanos, calculam que o ciclone matou mais de 100 mil pessoas e deixou ao menos um milhão de desabrigados.

A Casa Branca ofereceu US$ 3 milhões como ajuda aos desabrigados e pediu em troca que as autoridades birmanesas autorizassem a entrada de seu pessoal no país para poder supervisionar a distribuição de sua ajuda.

A permissão birmanesa foi conseguida com a mediação da Tailândia, país cujo Governo, liderado pelo ultradireitista Samak Sundaravej, expressou em várias ocasiões seu respaldo à Junta Militar e a seu programa para democratizar do país.

Os Estados Unidos têm um avião de carga e uma equipe em Bangcoc à espera de autorização e vistos, além de três navios no golfo de Siyam e outro avião de caminho à capital tailandesa.

A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, afirmou que a ajuda humanitária em casos de catástrofes, como o de Mianmar, não deve ser misturado com a política. EFE fmg/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG