Bangcoc, 8 mai (EFE).- A Junta Militar de Mianmar (antiga Birmânia) autorizou os Estados Unidos a enviarem ajuda aos desabrigados pelo ciclone tropical Nargis no sul do país, confirmaram hoje fontes da delegação diplomática americana em Bangcoc.

Os EUA, que impõem sanções ao regime birmanês pela violação dos direitos humanos, calculam que o ciclone matou mais de 100 mil pessoas e deixou ao menos um milhão de desabrigados.

A Casa Branca ofereceu US$ 3 milhões como ajuda aos desabrigados e pediu em troca que as autoridades birmanesas autorizassem a entrada de seu pessoal no país para poder supervisionar a distribuição de sua ajuda.

A permissão birmanesa foi conseguida com a mediação da Tailândia, país cujo Governo, liderado pelo ultradireitista Samak Sundaravej, expressou em várias ocasiões seu respaldo à Junta Militar e a seu programa para democratizar do país.

Os Estados Unidos têm um avião de carga e uma equipe em Bangcoc à espera de autorização e vistos, além de três navios no golfo de Siyam e outro avião de caminho à capital tailandesa.

A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, afirmou que a ajuda humanitária em casos de catástrofes, como o de Mianmar, não deve ser misturado com a política. EFE fmg/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.