Junta mantém referendo para sábado em grande parte de Mianmar

A junta militar que governa Mianmar anunciou que o referendo constitucional será celebrado sábado na maior parte do país como previsto, mas será adiado em 47 cidades afetadas pelo ciclone que deixou 15.000 mortos, informou a televisão estatal.

AFP |

"O referendo foi adiado em 47 cidades, mas as outras zonas de desastre voltaram à normalidade", informou a televisão estatal birmanesa, captada em Bangcoc.

O referendo de 10 de maio, sobre um novo projeto de Constituição, será a primeira oportunidade de voto dos birmaneses desde as eleições legislativas de 1990.

A junta decidiu realizar a votação como estava previsto, apesar da passagem do ciclone Nargis no fim de semana, que deixou um saldo de 15.000 mortos. Cinco regiões foram afetadas, em particular o delta de Irrawaddy (sudoeste).

O referendo acontecerá em 24 de maio em sete cidades de Irrawaddy e em 40 da região de Yangun.

A junta birmanesa afirma que o processo que começa com o referendo de sábado resultará em eleições democráticas em 2010, mas os opositores afirmam que servirá apenas para reforçar o poder dos generais.

str/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG