Julia Gillard assume como primeira-ministra australiana

Trabalhista é a primeira mulher eleita a assumir a chefia do Governo australiano

EFE |

Sydney  - A trabalhista Julia Gillard tomou posse de seu cargo como primeira-ministra da Austrália nesta terça-feira, após ganhar por uma cadeira as eleições gerais do último dia 21 de junho. Gillard, que na semana passada conseguiu finalmente os apoios parlamentares suficientes para formar a coalizão, prestou juramento na sede do Governo em Canberra perante a Governadora Geral e representante da rainha da Inglaterra no país, Quentin Bryce.

Trata-se da primeira mulher eleita a assumir a chefia do Governo australiano, que conta com uma frágil maioria de três cadeiras frente à coalizão conservadora graças ao apoio de um deputado do Partido Verde e dois independentes. Gillard foi vice-primeira-ministra entre 2007 e junho deste ano, quando desbancou da chefia do Governo seu companheiro de partido Kevin Rudd, cuja popularidade tinha caído pela polêmica com a indústria de mineração e a legislação sobre a emissão de gases do efeito estufa.

A primeira-ministra quer dar uma nova chance a seu antigo chefe, e outorgou a pasta de Assuntos Exteriores a Rudd, que tomará posse de seu cargo junto aos demais ministros. Wayne Swan assume como vice-primeiro-ministro e continuará à frente do Tesouro, enquanto Penny Wong, que era a ministra dedicada a combater a mudança climática, dirigirá o Ministério das Finanças e Desregulação.

Gillard governará em minoria nos próximos três anos, com os 72 deputados que conseguiu nas eleições e os apoios do deputado Verde e dos dois independentes. A Coalizão liberal de Tonny Abbott, com 72 congressistas, liderará a oposição parlamentar com o apoio de um deputado semi-independente do Partido Nacional e um independente.

    Leia tudo sobre: iGaustráliaeleiçõesprimeira-ministra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG