Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Julgamento de Tarek Aziz é adiado para 20 de maio

O julgamento de Tarek Aziz, ex-ministro das Relações Exteriores e porta-voz do líder iraquiano Saddam Hussein, foi prorrogado para o dia 20 de maio após uma breve sessão de abertura, afirmou um jornalista da AFP.

AFP |

O juiz curdo Rauf Rachid Abdel Rahman, que preside a alta corte penal iraquiana, anunciou o adiamento após examinar uma petição da defesa.

No início da audiência, Tarek Aziz pediu autorização para mudar de advogado porque o seu, Badi Aref, que vive em Amã, não poderia comparecer ao processo por "razões de segurança".

Aziz e outras sete pessoas são julgadas pela execução de 42 comerciantes de Bagdá em 1992, acusados de terem aumentado os preços dos produtos quando o Iraque sofria com sanções da ONU.

Um dos oito acusados, Ali Hassan al-Majid, conhecido como "Ali Químico", não pôde comparecer ao julgamento por razões de saúde.

O julgamento de Aziz, que foi vice-primeiro-ministro e porta-voz internacional durante o governo ditatorial de Saddam Hussein, é o quarto a ser julgado pela corte penal iraquiana responsável pelos processos dos dirigentes do regime derrubado em 2003.

ak-jds/cl/dm

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG