Julgamento de brasileiro acusado de atirar em músico nos EUA começa dia 18

Miami, 15 ago (EFE).- O julgamento do brasileiro Francisco S.

EFE |

Oliveira, acusado de tentar atirar no compositor colombiano Estéfano, começará na próxima segunda-feira em um tribunal de Miami (EUA) com a seleção do júri.

Oliveira, de 31 anos, enfrenta uma acusação de tentativa de assassinato premeditado e caso seja declarado culpado pode ser condenado à prisão perpétua.

O brasileiro é acusado de atirar em Estéfano e de feri-lo gravemente em 26 de maio de 2007 na casa do compositor, onde teria ido para vender drogas. Na cozinha, teria sacado uma arma e disparado, segundo documentos judiciais.

Frank Rubio, advogado do brasileiro, disse hoje à Agência Efe que o julgamento provavelmente vai durar uma semana.

O acusado, que trabalhou cinco anos para Estéfano em sua residência de Miami Beach (Flórida), se declarou inocente e seu advogado afirma que isso será demonstrado durante o julgamento.

"Espero que as provas demonstrem que meu cliente não é culpado das acusações que enfrenta", comentou pro telefone.

Durante o processo de seleção do júri, os candidatos serão entrevistados pelo advogado e pelos promotores para determinar quanto sabem sobre o caso.

O júri será integrado por 12 pessoas, seis principais e outros seis suplentes.

O julgamento será realizado em um tribunal estadual de Miami, será presidido pelo juiz Orlando Prescott e a promotora principal é Alicia García.

No processo judicial serão apresentados como provas os resultados de um exame que determina se alguém realmente atirou, as declarações de Estéfano, da Polícia e as de alguns de seus funcionários, assim como o relatório dos paramédicos que levaram o músico colombiano ao hospital na noite da agressão.

Outras provas são as imagens de uma câmara de vigilância instalada na residência do compositor colombiano que estão compiladas em um CD e o vídeo de um pedágio em uma estrada que leva à região onde Estéfano vive. EFE sob/bm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG